Postagens em piemonte
O outono na Italia entre Trufas, Queijos e Vinhos.

O outono, com suas cores que vão do ouro aos tons mais escuros de vermelho, oferece cenários e contrastes únicos. E se você é sensível ao encanto da folhagem (foliage), este é o melhor momento para procurar as paisagens mais espetaculares pelas terras das Langhe, Roero e Monferrato.

As Verdes Colinas do Monferrato pintadas de ouro do sol quando chega o outono

As Verdes Colinas do Monferrato pintadas de ouro do sol quando chega o outono


Este fenomeno da natureza, chamado “Foliage” provem da mistura da palavra “fall” (palavra em ingles che signifca cair ) e da palavra feuillage em frances com o mesmo significado para definir as folhas de outono que caem. É um período que, em alguns locais geográficos como Estados Unidos e Canadá, tem implicações muito fortes do ponto de vista da paisagem: as cores mudam a tal ponto que transformam radicalmente o aspecto do contexto natural.

Junto as cores quentes que o outono nos presenteia por estas Verdes Colinas, chega o maravilhoso ”Tartufo Bianco”. No mes de outubro inicia à caça ao tartufo bianco (trufa branca). Esta iguaria rara e unica que cresce em simbiose com certos tipos de arvores, a causa do clima umido que pelas manhas de outubro e novembro somos acolhidos fazem deste territorio um dos melhores habitat para o crescimento deste tubero.
As melhores festas do “tartufo bianco” entre Langa e Monferrato:

Tartufo Bianco- Trufa Branca - E’ um tubero que cresce em simbiose com certo tipos de arvores.

Tartufo Bianco- Trufa Branca - E’ um tubero que cresce em simbiose com certo tipos de arvores.

Antes da chegada do “Tartufo Bianco”, no mes de setembro no Piemonte, o trabalho è intenso com a vindima. Entao porque nao acrescentar um dia pelos vinhedos contribuindo com a Vindima? Na seçao eventos de Verdes Colinas todas as Vinicolas Italianas onde poder partecipar deste importante momento do vinho.
Conhecer e viver uma dia entre os vinhedos è um otimo meio para descobrir os varios tipos de uvas nativas, o terreno, o sol, o vento, a posiçao das plantas e aprender como toda esta combinaçao contribui e varia na produçao dos vinhos.

Caminhar pelos vinhedos, fazer a colheita, partecipar dos esmagamento das uvas, somente para divertir-se, compartilhar um almoço tipico piemontese, degustar vinhos, onde minutos antes foi possivel tocar as suas videiras è viver uma rica e autentica experiencia.

A “pigiatura” o esmagamento das uvas nas colinas do Monferrato, Piemonte, Italia

A “pigiatura” o esmagamento das uvas nas colinas do Monferrato, Piemonte, Italia

E quando falamos de vinhos, me vem em mente imediatamente o seu parceiro melhor: o quejo!
Neste fim de semana de setembro aconteceu o Festival Cheese na cidade de Bra, provincia de Cuneo. E’ um momento esperado e desejado para os amantes de queijo, como eu. A feira acontece a cada dois anos alternando-se com o Salone del Gusto que acontece na cidade de Torino.
Pelas ruas, nas praças, nos quintais da cidade de Bra tudo gira em volta do queijo. Em quatro dias o mundo de alimentos de qualidade se concentram nesta pequena cidade Barroca do Piemonte.
Encontros, curso, eventos, livros, e muitas oportunidades para descobrir sobre as especialidades e iguarias de cd Regiao italiana, europeia e mundial.

Os meus endereço na cidade Bra:

  • Restaurante. Desde 1919 era frequentado por atrizes e cantores italianos famosos.
    http://www.ristorantebattaglino.it/

  • Caffe Converso - Nasce no ano 1838 e faz parte de um dos bares historicos da Italia
    A especialidade da confeitaria Converso é Salot, uma sobremesa típica da província de Cuneo,
    em especifico da cidade, uma massa de brioche recheado com geléia de damasco, cidra cristalizada e sultanas, feito para o dia da epifania, 6 de janeiro.

  • Vontade de Pizza? https://480gradi.it/

    Uma jornada perfeita para quem procura novos sabores, novas experiencias, novas paisagens em uma unica viagem.

Os primeiros passos para realizar o casamento na Italia

A Itália é um país maravilhoso. É certamente um dos lugares mais fascinantes e românticos do mundo. O clima, a sua rica herança cultural e natural, seus locais maravilhosos e sua comida, é um destino perfeito para celebrar o casamento que sempre sonhou!

O Belpaese, sinônimo de elegância e savoir faire em todo o mundo, è capaz de oferecer uma experiência única.
Hoje a realizaçāo deste sonho è muito mais perto do que se pode imaginar. Um grande ponto a favor da Itália estāo na vasta oferta de estilos presentes neste pais. Vilas rurais, castelos, pequenos vilarejos que se transformam em conto de fadas, vinícolas maravilhosas para uma cerimonia intima em pleno vinhedo…

Os primeiros passos para realizar o casamento na Italia

Quando me casei, nāo existiam wedding planers, mas se hoje fosse meu casamento este serviço seria indispensavel, sobretudo se a escolha è celebrar em um pais que nāo è o teu. Quando me casei era um dia de muito calor e a minha escolha foi uma igreja pequenissima… e dentro estavamos somente nós e os parentes mais proximos, foi uma valutaçao errada… mesmo maravilhosa, mas os hospedes sofreram o calor…
Pela minha experiencia pessoal contratar uma wedding planner que conheça a Regiao è importante sobretudo se vc estiver 13.000 km longe da destinaçāo escolhida para o grande dia.

A temporada de casamentos "oficialmente" começa em abril e continua até meados de outubro, mas muitos casais italianos e estrangeiros decidem para fevereiro e março por causa da baixa temporada, o que significa custos mais baixos e maior disponibilidade para escolher o local do casamento.

Abril e maio são os meses das flores… inicia um dos periodos mais bonitos e ver a mudança da estaçao atravès a natureza è magico. O tempo pode estar chuvoso, mas geralmente temperado com muitos dias ensolarados.

Junho e julho são perfeitos em todos os lugares, nos resorts à beira-mar, no campo com possibilidade de escolher entre residências históricas e vilas de campo (cascina).

Langhe - Piemonte

Langhe - Piemonte

Monferrato - Piemonte

Monferrato - Piemonte

A Italia nao è somente Toscana e Positano

A Toscana è maravilhosa, mas a Italia nao se resume somente nas colinas pelo Val d’Orcia. Há realidades igualmente belas, romanticas e preciosas como as verdes colinas dos territórios Langhe, Roero e Monferrato, no Piemonte, Italia.
O Monferrato è uma das regiōes piemontese onde sāo localizados a maior quantidade de castelos .
Rico em tradições, história e maravilhas gastronômicas, tanto que, em 2014, junto com Langhe e Roero, nas proximidades, foi reconhecida como Patrimônio Mundial da UNESCO.

E o que fazer com os hospedes que chegam de longe?

Receber os hospedes no aeroporto com um bem-vindo ao BELPAESE serà a primeira e importante tarefa a fazer. Tudo organizado com pelo menos 6 meses de antecedência, incluindo reservas de hotéis, transporte, e uma serie de atividades para o melhor conforto dos convidados e a tranquilidade dos esposos.
Verdes Colinas, pode ser um otimo parceiro nesta parte da organizaçao.

Um serviço que pode ser realizado, seja acompanhando os hospedes na descoberta da Regiao ou na criaçao de um pequeno Guia (estudado de acordo com o perfil dos hospedes) com informaçoes, restaurantes, lugares de interesses para que os hospedes possam descobrir a Regiao, autonomamente.

Com uma otima e antecipada organizaçao è possivel realizar o proprio sonho e ao mesmo tempo festejar com parentes e amigos o grande dia pelas terras italianas.

No Piemonte, um dia quando o mar chegava aqui.

Uma terra de história, vinhos e pequenos vilarejos, montes e vales, e castelos e igrejas, o Monferrato, na Regiao do Piemonte, na Italia é um dos ricos territorios vinícolos italianos conhecidos pelos seus vinhos tintos e espumantes (foi aqui, no Piemonte que nasceu o espumante) reconhecido pela UNESCO, desde 2014.
O Monferrato (Monfrà [mʊɲ'fra] em Piemontese, (ferratus em latim) é uma região histórica do Piemonte. Seu território, quase exclusivamente montanhoso, encontra-se principalmente nas províncias de Alessandria e Asti, fronteira com a Região da Liguria e também com a província de Cuneo (Piemonte), onde encontra-se as maravilhosas terras Langhe e Roero.
Hà 150 milhões de anos atrás o Golfo Marinho era presente na parte Norte da Italia. E os bons frutos estamos colhendo hà pouco mais de três séculos. A riqueza marinha de 150 milhões de anos atras, deixada por estas terras contribuiu a produçao de alguns dos melhores vinhos do mundo. O terreno composto de argila, marga calcária, marne azulado, tufa, areia e solfiferi de gesso è uma das carateristicas que enriquece a produção das videiras autóctones desta região.

download-1.jpg

Italia, hà milhoes de anos atras a agua dominava esta terra.

Imagem: fmboschetto.it/autore/Italia_antica.htm


Estes milhões de anos se verificam fosseis marinhos nas paredes destas salas subterraneas, denominadas INFERNOT.
O termo Piemontese INFERNOT refere-se a uma sala subterrânea construída à mão escavado em uma rocha de arenito, e pedra de cantões, ou em tufo e geralmente usada como adega ou despensa. Uma característica comum entre adegas e INFERNOT é a ausência de luz e ventilação direta. O interno é, no entanto, distinto da adega real, em relação à qual geralmente ocupa uma posição inferior e desempenha uma função subsidiária, concentrada na conservação do vinho engarrafado.
No final do século XIX e início de 1900 nasceram os “INFERNOT”. A construçao dos “INFERNOT” acontecia no periodo invernal, quando o trabalho agricolo, a causa do frio, entrava em pausa. A construçao destas salas subterraneas durava entre 4 à 5 anos para ser concluido.


Os INFERNOT foram construídos quase todos por agricultores/lavradores ou pedreiros sem qualquer noção de engenharia ou arquitetura, mas eles ainda estão intactos graças à solidez e à resistência particular do material de escavação. Alguns INFERNOT foram equipados com uma carcaça para o gelo, para a preservação de bens perecíveis (carne e vegetais em particular).
Uma verdadeira obra engenherìstica construida somente com o utilizo das maos. A particularidade dos INFERNOT è que nao existe um igual ao outro, ja que foram construidos conforme a necessidade e a possibilidade da propriedade.
Camagna Monferrato, Cella Monte, Frassinello Monferrato, Olivola, Ottiglio, Ozzano Monferrato, Rosignano Monferrato, Sala Monferrato e Vignale Monferrato sao os municipios do territorio Monferrato que abrigam estas maravilhosas construçoes.

Um Patrimonio inestimavel que hoje podemos visitar-los graças ao trabalho do homem.

Te espero nas minhas Verdes Colinas do Monferrato, no Piemonte


Viajar pela Italia no 2019

O 2019 promete com uma agenda repleta de eventos pela Italia, e inicia bem, com a inauguraçao da Capital Europeia Cultural em Matera, a cidade das Pedras, que encontra-se na Regiao de Basilicata. Matera è algo de unico como costruçao e beleza. O centro histórico é um destino famoso para o cinema. Mel Gibson definiu os exteriores da Paixão de Cristo nas Pedras de Matera, um lugar que ele pensava ser "perfeito" como cenário para Jerusalém. Esta terra oferece uma experiência diferente, mergulhado em lugares onde o silêncio, as cores, os aromas e os sabores se afastam da agitação da vida moderna, proporcionando sensações únicas.

Foto @lucamicheli - Matera

Foto @lucamicheli - Matera

E este pode ser somente o inicio da tua viagem, pois o que nao falta aqui, è um calendario variegato de atividades. Eu chamaria isto de uma viagem dentro de uma outra viagem. Poder inserir na tua agenda, uma mostra de Leonardo, um curso de cozinha, um aperitivo com Caravaggio, um concerto de jazz nas colinas do Piemonte è algo de unico e irrepetivel.

O 2019 è bomba! Se festeja em toda a Italia os 500 anos da morte de Leonardo da Vinci (1519-2019). E’ na cidade de Milano que os festejamentos serao abondantes. Leonardo da Vinci trabalhou na capital Lombarda por quase vinte anos e, por essa razão, a cidade está repleta de cantos ocultos e inesperados que contam sua história. Lembro ainda que uma das suas obras mais importantes, o “Cenacolo” (Ultima Cena) encontra-se na igreja “Santa Maria delle Grazie “ .

A cidade de Milano deve muito a Leonardo da Vinci e se transforma, começando pela estacao metropolitana Cordusio, que neste ano muda de nome em "Cordusio -Biblioteca Ambrosiana ". E’ a parada mais perto da biblioteca, onde estao armazenados, a maior quantidade de desenhos e manuscritos realizados por este artista, pintor, scenografo, inventor, matematico, escultor…
Uma ano è pouco para homenagear-lo por isto que as comemoraçoes à este artista começaram jà em 2018, como a mostra Leonardo da Vinci Parade. no Museo della Scienza e della Tecnologia, com termine no dia 13 de outubro de 2019.
A lista è longa, mas vai o “anti-pasto” da agenda Vinci para o 2019:

  • Mostra de Leonardo and Warhol - 1 Março - 30 junho em Milano

  • Castello Sforzesco na "Sala delle Asse" , depois de anos de restauracao sera aberta à visitacao para admirar as pinturas de Leonardo da Vinci.

  • Em Abril chega ao cinema Essere Leonardo da Vinci” , uma homenagem ao homem que mudou o modo de pensar sobre arte, ciencia e tecnica.

  • Atè 16 junho 2019 a Veneranda Biblioteca Ambrosiana presenta al exposiçao “I segreti del Codice Atlantico, Leonardo all’Ambrosiana.

Castello Sforzesco -

Castello Sforzesco -

Pesquisar, Ler, informar-se antes de uma viagem, è a melhor maneira para viver intensamente o teu proximo destino.

Pesquisar, Ler, informar-se antes de uma viagem, è a melhor maneira para viver intensamente o teu proximo destino.

No mes de Abril, Milano engrandece a festa com a chegada do “Salone Internazionale del Mobile” . Do dia 9 ao 14 de abril, Milano explode. A cidade renasce e oferece interminaveis eventos sobre design. arquitetura, beleza, cozinha, creatividade. E’ um evento que todos deveriam poder viver uma vez na vida. Aqui se fala de creatividade, inovaçao, arte, beleza, funcionalidade com divertimento. A cidade de Milano torna-se um verdadeiro happenning.

Deixando Milano para traz e indo em direçao do mar, chegamos em Genova, uma cidade que adoro e que è distante das Verdes Colinas apenas uma hora de viagem.

  • A Mostra "Caravaggio e i Genovesi" - 14 Fevereiro - 6 junho -

  • Acquario di Genova - Um passeio feito para grandes e pequenos

  • Evento Slow Fish - 9 -12 Maio - Um otima oportunidade para conhecer e experiemtnar os peixes da mar mediterraneo.

E pelas colinas do Piemonte ? Encontramos Leonardo da Vinci, em uma mostra “Leonardo da Vinci. Disegnare il futuro” no mes de abril na capital do Piemonte, em Torino.

  • Mostra de Claude Monet - ” Monet The immersive experience”,  - Torino - 16 março - 30 junho

    E’ uma imersão sensorial nas obras-primas do pintor que representou, ao ar livre, a beleza da natureza.

  • Mostra - Michelangelo. Il corpo maschile - Torino

  • Feira do Queijos -20 - 23 Setembro - Cheese 2019 - 🧀Bra (CN) -
    Para quem ama Queijo como eu, este è o paraiso. Vale a pena ficar dois dias por estas colinas.

  • Festival de Musica/ Literatura - Julho - Festival Collisioni - show musical/literatura/poesia/ de artistas italianos e internacionais 🍷Barolo (CN) -
    Em 2009 foi o ano do primeiro festival e hoje traz musica internacional para estas colinas. Uma combinaçao perfeita, musica e vinho!

  • 1 Setembre - Palio d'Asti - Asti (AT) -
    O mais antigo Palio da Italia, mesmo sendo menos conhecido do Palio di Siena.

  • Outubro - Novembre - Fiera Internazionale del Tartufo Bianco -🥔Alba (CN) -
    O Alba Truffle Show é uma festa plena de eventos culturais e gastronômicos que celebram esta iguaria do Piemonte. Durante todos os finais de semana da Feira, alternarão chefs nacionais e internacionais, chefs locais, designers, escritores e artistas unidos pela paixão pelas trufas, pela cultura da boa comida e pelo bom gosto. Este evento è show!

Por estas colinas da Langhe, o Festival Collisioni leva arte, musica acompanhada de um dos melhores vinho do mundo, o Barolo

Por estas colinas da Langhe, o Festival Collisioni leva arte, musica acompanhada de um dos melhores vinho do mundo, o Barolo

Antes de partir para tua proxima viagem, pesquise, procure informar-se sobre eventos, festas, mostras e descubra as maravilhas desta terra.
Baci a tutti e boa viagem pela minhas Verdes Colinas.

O paìs mais lindo do mundo!

O que eu mais gosto do ano novo, è poder iniciar-lo com novos planos, novos objetivos, novas viagens, novos encontros. Enfim è um NOVO ANO, entao porque nao recomeçar?
Neste 2019, eu quero finalmente voar! O cèu, as nuvens, a sensaçao de sentir-se leve e poder ir e voltar como quiser, como o vento, que traz coisas boas e levando embora coisas ruins.

Mondovi è a capital internacional do voo aerostatico italiano, e acabou de ser concluido o 31° campionato.
O primeiro balao chegou aqui, na provincia de Cuneo em 1979 e depois desta data, a paixao dominou estas Verdes Colinas do Piemonte.

foto via @ReanaDoglia

foto via @ReanaDoglia


Mondovi, encontra-se na Regiao do Piemonte e fica distante da França apenas 2 horas, o que pode permitir de amanhecer com as Verdes Colinas das Langhe, na Italia e adormecer com o perfume do mar, na França.
A capital da Arte Barroca do Piemonte, se divide em Mondovi Alto e Mondovi Baixo. Subindo na parte Alta de Mondovi, se admira a beleza da cidade que vao das colinas das Langhe atè os Alpes. Foi aqui que Napoleao Bonaparte em 1796, apòs ter chego em Mondovi disse: “Qui, il paese più bello del mondo”.

E è daqui que partirei de Balao :-)! Poder apreciar esta terra maravilhosa e descobrir a beleza de cima e te poder mostrar a dimensao de trabalho, de compromisso e de amor que estas pessoas tem por este pedaço da Italia, è pura emoçao.
Conhecer esta parte da Italia è poder incluir na mesma viagem, natureza, esporte, vinhos excelentes, historia, arte, cozinha estrelada (lembro que o Piemonte esta na segunda posição entre todas as regiões italianas, com um total de 45 restaurantes estrelados), e sobretudo viver e conhecer de perto a famosa "dolce vita".

E voce, quais sao seus objetivos para o 2019?






piemontealessandra nardimLanghe
O verdadeiro viajante tem a mente elastica e o paladar pronto.

A cozinha é, sem dúvida, uma parte importante da cultura italiana. A cozinha italiana é conhecida em todo o mundo, especialmente por massas, pizzas e sorvetes, mas a variedade de sua comida é muito mais rica. Graças à importância de cozinhas regionais, e até mesmo dos pequenos vilarejos, orgulhosos de suas tradições e especialidades culinárias, e graças as muitas influências dos diferentes povos que tiveram lugar na península, pode se dizer que o número de receitas italianas sao quase ilimitadas.

O vinho è o embaixador por excelência. Incomparável o prazer do gosto de um bom vinho, imerso em seu ambiente natural, um copo de Barbera ou de Barolo no Piemonte, uma massa com a trufa branca è uma experiencia para viver e nao para contar ;-).

Na cidade de Torino, capital da Regiao do Piemonte, hà uma lunga história de amor, entre a cidade e chocolate. Começou em 1560, quando, para comemorar a transferência da capital ducal de Chambéry para Torino, Emanuele Filiberto de Savóia (rei da Italia) simbolicamente serviu à cidade uma xícara de chocolate quente…
Torino oferece inumerosas cafeterias historicas caracterizados por charme e elegância. As cafeterias históricas são, sem dúvida, uma obrigação para quem visita a cidade, mas também para quem a conhece bem. Você pode saborear dentro deles, incluindo espelhos antigos, “boiserie”, tapeçarias de cetim, candelabros elegantes e pratos de porcelana, como uma pequena viagem no tempo, mesmo por algumas horas.

Aberto desde 1793, o Bicerin era o café preferido de Camillo Benso Conte di Cavour. - Bicerin no dialetto piemontese significa - bicchierino - copinho

Aberto desde 1793, o Bicerin era o café preferido de Camillo Benso Conte di Cavour. - Bicerin no dialetto piemontese significa - bicchierino - copinho

  1. Café Confeitaria Al Bicerin - Aberto desde 1793, o Bicerin era o café preferido de Camillo Benso Conte di Cavour. Sua especialidade é, obviamente, a famosa bicerina, uma bebida quente típica de Turim baseada em café, chocolate e creme, que o local detém (com inveja) a receita original.

  2. Café Gelateria Fiorio - Aberto em 1780, é outro dos cafés históricos localizados no centro da cidade. Por muito tempo foi o local da realeza Savoia, também chamado de café da "pigtails" e " Maquiavel "para as roupas e as discussões realizadas lá. Sua especialidade é certamente sorvete, principalmente gianduia.

  3. Cafè San Carlo - Um dos locais de encontro dos intelectuais do Risorgimento, o histórico café San Carlo, localizado perto da praça com o mesmo nome, é famoso sobretudo pelas suas boas misturas de café. O ambiente é lindo, decorado com estuques, estátuas e mármores preciosos. À noite, transforma-se num restaurante.

  4. Confeitaria e Cafeteria Baratti & Milano - Aberta desde 1875 e seu sucesso foi tal que se tornou o fornecedor da Casa Real. melhores bebidas de chocolates quentes de Torino.

  5. Caffè Torino - Um pouco mais recente do que outras salas históricas, o Caffè Torino foi inaugurado no início do século XX. Mesmo aqui, numa atmosfera de outros tempos, entre os mármores preciosos e lustres suntuosos. Aqui o Gianduiotto è uma das especialidade.

  6. Café Mulassano - Localizado perto da Piazza Castello, o Caffè Mulassano di Torino, inaugurado em 1907, foi o ponto de encontro habitual da realeza de Torino, mas também dos artistas do Teatro Regio que encontra-se nas redondezas. Entre os belos espelhos, as mesas de mármore e as muitas decorações que você pode desfrutar de um “TRAMEZZINO”, a especialidade do lugar onde tambem nasceu.

    O "Gianduiotto" (nome do chocolate) foi produzido pela primeira vez pela famosa confeitaria Torino Caffarel na fábrica localizada em Borgo San Donato, provincia de Torino e apresentado ao público no carnaval de 1865 pela máscara de Gianduja de Torino, da qual leva o seu nome.
    A sua particularidade nao è somente na sua forma, mas na sua composiçao, feito de avelãs tostadas e moídas (com o refinador a avela se torna um creme porque contém óleo), cacau, manteiga de cacau e açúcar.

gianduiotto.jpg

O chocolatinho Gianduiotto

Uma homenagem à mascara de carnaval de Torino que se chamava Gianduia (1865).

Baratti & Milano - Uma das melhores cafeterias onde tomar uma otima chocolata quente da cidade de Torino.

Baratti & Milano - Uma das melhores cafeterias onde tomar uma otima chocolata quente da cidade de Torino.

O chocolate Cremino, invez foi uma operaçao de Marketing genial. Em 1911 a empresa automobilistica FIAT lançou uma competição entre os chocolatiers italianos para criar um novo chocolate para o lançamento do novo modelo de carro FIAT tipo 4.

Aqui està a maravlha de viajar: descobrir e aprender.
Quantas pessoas perguntam a origem do "gianduiotto"? Ter curiosidade em saber e descobrir coisas novas è que faz de voce um verdadeiro viajante.
Procurar estimulos lendo livros, visitar museus, exposiçoes, ouvindo diferentes estiles de musicas, experimentando pratos de culturas distantes e ate mesmo lendo receitas nas embalagens dos alimentos faz com que nunca se pare de viajar. Este è verdadeiro viajante.
O mundo está falando conosco e saber como ouvi-lo é o primeiro grande propósito de 2019.

Feliz 2019!

10 motivos para voce conhecer o Piemonte

O Piemonte foi escolhido pela guia Lonely Planet como uma das destinaçoes de viagem para o próximo 2019. E aqui estao alguns motivos da escolha de uma dos guias de viagens mais respeitados ao mundo.

  1. TORINO - Foi a primeria capital da Italia e hoje è capital da Regiāo do Piemonte. Tesouros imperdíveis da cidade são os edifícios que fizeram a história da capital, durante séculos foi o coração do “Reino de Savoia” e teatro da unidade nacional italiana. Imponentes são as mansões nas quais reis e nobres da época permaneceram e um passeio a pè pela cidade, è um ottimo começo para introduzir-se nesta maravilhosa cidade e entender o porque è conhecida como a pequena Parigi.
    No dia 27 de janeiro de 1861 teve lugar o primeiro turno para a eleição de deputados do primeiro parlamento nacional que foi inaugurado em 18 de fevereiro do mesmo ano no Palazzo Carignano, residência real do Savoia, em Torino. O primeiro Parlamento italiano foi composto, entre outros, pelos heróis da Unificação da Itália, como Giuseppe Garibaldi, Giuseppe Mazzini, Alessandro Manzoni e Giuseppe Verdi.

  2. EDIFICIOS REAIS. O “Reino di Savoia” deixou uma herança de opulenza e ao mesmo tempo com grande eleganza e seus parques como o - Palazzo Madama - a Venaria - Stupinigi - sao a demonstraçao. Na cidade de Torino nao se pode deixar de visitar o Borgo e Castello Medioevale que encontra-se na encosta do Rio Pò, dentro do “ Parco Valentino”. Dentro deste vilarejo entrando, através da ponte levadiça, significa viajar no tempo e no espaço, deixando a cidade do século XXI para encontrar um momento de serenidade entre arcadas, fontes, lojas de artesanato, jardins e um castelo que olha para você do seu imponente tamanho .

  3. MUSEO EGIPZIO - Visitar o museu Egipcio è obrigatorio. Uma rica coleçao vc encontrera somente no Cairo, capital do Egito. O museu Egipcio de Torino è  segundo museu mais importante de historia e arte egipcia. Há uma rara coleção de antiguidades egípcias que abriga zelo com sarcófagos, múmias, papiro e jóias de rara beleza e inestimável.

  4. LANGHE-ROERO-MONFERRATO - A terras chamadas Langhe Roero e Monferrato - sao Patrimonio Unesco del 2014 e somente pela beleza de seus vinhedos. Vir ao Piemonte e nao conhecer este pedaço de terra è como deixar de explorar uma das partes mais importantes da Italia, rica pelos seus vinhedos e comida tipica, desde ensacados aos maravilhosos queijos.

  5. TARTUFO BIANCO - E’ esta terra que possui o clima perfeito para o crescimento desta raiz/cogumelo. Nos meses de outubro e novembro, ocorre a feria internacional do tartufo. Vale a pena para deliciar-se desta iguaria.

  6. LAGO MAGGIORE - E suas ilhas como as Isole Borromeo da familia Borromeo, sao lugares unicos e encantados.

  7. GOLF - No Piemonte, graças a sua conformaçao de montanhas, lagos, planicies e doces colinas è um territorio rico de desde 1925 ate hoje, houveram 13 campeonatos Open d’Italia. No território Alessandrino, onde a primeira parada è no maravilhoso terraço da casa do clube do Margara Golf Club, onde você pode admirar os 36 buracos distribuídos entre plantas e lagoas das primeiras colinas do Monferrato, depois continuando chegamos na cidade de Gavi, uma terra famosa por seus maravilhosos vinhedos onde encontra-se o Golf Club Serravalle e o Golf Club Gavi. Por estas verdes colinas, o que nao falta è opçao para jogar Golf.

  8. ALPES - Os Alpes são a cordilheira européia mais importante. Localizado na fronteira entre Itália, França, Suíça, Liechtenstein, Alemanha, Áustria, Eslovênia e Hungria, eles se estendem por 1200 km.
    Sua forma é chamada de "arco" e eles são divididos em ocidental, oriental e central. A paisagem é extremamente variada, desde geleiras extremas e bosques meravilhosos como o Parco Gran Paradiso

  9. SLOWFOOD - O concept Eataly nasceu aqui, no Piemonte, assim como o movimento Slow Food, para defender e salvaguardar a cultura e a riqueza culinaria Italiana e mundial. O movimento slow food se espalhou no mundo chegando ja no Brasil. A feira de queijo, acontece a cada dois anos na cidade de Bra, em provincia de Cuneo, e è a demonstraçao o quanto pouco conhecemos deste alimento, o queijo. Nada melhor de uma feira que reune queijos de todo o mundo para enriquecer o nosso palato. Tambem em Torino à cada dois anos acontece a feira de alimentos, Salone del Gusto è uma homenagem a esta rica diversidade da agricultura italiana e mundial.

  10. VERDES COLINAS - Eu vivo no territorio do Monferrato desde 2003 e pelas Verdes Colinas do Monferrato, busco novidades e curiosidades para compartilhar as maravilhas que esta regiao tem à oferecer.



Venha conhecer o Piemonte e as minhas Verdes Colinas do Monferrato.

Setembro e Outubro o Piemonte renasce

O mês de setembro, aqui nas colinas do Piemonte è fantastico. Começa o periodo da “vendemmia” e pelas colinas o trabalho è intenso, e também um momento ideal para poder visitar adegas ou partecipar de alguma colheita. Cada colheita é diferente da anterior a causa do amadurecimento das uvas, acidez e teor alcoólico. Escolher o momento certo para a colheita de uvas é essencial.
É o momento mais esperado; A videira é uma planta que deve ser seguida em todas as suas fases, desde o despertar até o amadurecimento das uvas. A qualquer momento existe o risco de que algum fenômeno meteorológico ou biológico possa comprometer a cultura ou a própria planta. A colheita geralmente ocorre durante as horas mais frescas do dia, alguns preferem fazer isso à noite, de modo que o calor não inicia uma série de reações químicas indesejáveis.
Para os melhores vinhos, ou naqueles territórios hostis onde a inclinação dificulta a tecnologia, a colheita é manual.
Outras grandes Vinicolas, com terreno plano e linhas bem espaçadas, efetuam a colheita mecânica.
A colheita é um momento esperado e delicado, e por isto algumas Vinicolas desejam compartilhar este momento de grande orgulho e duro trabalho realizando festas e atividades (aqui vc pode descobrir)que possam os visitantes ter acesso ao inteiro processo da transformaçao da uva ao vinho.
O mês de setembro è a soma de um ano de trabalho, è o momento que preanuncia o inverno, trazendo mudanças…

IMG_7769 copia.jpg

…e pelas Verdes Colinas, tudo se transforma dando espaço as cores da terra e pelas manhãs as colinas são cobertas de neblina, um dos fatores que ajudam à maturaçao do Tartufo, a umidade, deve ser garantida durante o crescimento do "TARTUFO" ( trufa) e no estágio final de maturação no período de outono-inverno.

Aqui se diz o ditado: “Aria settembrinafresca alla sera e fresca la mattina.”

E em outubro acontece uma das feiras mais importantes no mundo culinario, A feira internacional do Tartufo (trufa) Branco na cidade de Alba, nas Langhe, e no Monferrato, no vilarejo de Moncalvo . Questa iguaria deve ser degustada com um “risotto” ou com o tipico prato de pasta o “tajarin” piemontese :-) .
Ir a "caça" de Tartufo (Trufa) è uma experiência fantastica, mas è uma atividade super segreta e por isto não è facil achar o "tartufaio" (pessoas com permissão de "caçar" o Tartufo) disponivel à compartilhar estes tesouros. Existem tours estudados e dedicados à estas iguarias que funcionam como demonstração para compreender o trabalho entre o homem, o cachorro e o proprio territorio.
No entanto, se voce estiver neste mês de setembro por estas verdes colinas, ocorre o “Salone del Gusto” (a cada dois anos) promovido pelo movimento Slow Food (nasceu na cidade de Bra, provincia di Cuneo), na cidade de Torino, Região do Piemonte.

O Salone del Gusto è uma oportunidade para poder explorar e degustar as maravilhas deste pais e curiosidades do mundo no setor alimentar. Neste 5 dias toda a Região do Piemonte è envolvida, e muitos tours dedicados pelas cidade de Asti, Cannelli, Alba, Cuneo, e pelo Monferrato para conhecer de perto as delicias desta Região.
Este Festival não è somente para comer, mas parte da mais ampla compartilhamento possível de conhecimentos e tenta estimular e incentivar a mudança nos nossos hábitos alimentares.

Curioso? Te espero por aqui para te levar à descobrir os tesouros destas Verdes Colinas e apaixonar-se por este territorio.

Baci e Abbracci


Degustar vinhos, não è uma atividade para todos

Abrir uma garrafa de Vinho, derramar um copo, observá-lo e saboreá-lo com cuidado estimularia muito mais partes do cérebro de do que resolver um problema matemático muito complicado. É desta ideia o neurocientista da Universidade de Yale, Gordon Shepherd, no seu livro “Neuroenology: How the Brain Creates the Taste of Wine” descreve o processo de degustação de vinhos como algo muito mais complexo do que ouvir música clássica ou da resolução de um problema de algebra.

Estive recentemente em uma degustação no vilarejo de Nizza Monferrato, na região do Piemonte. Foi uma experiência super instrutiva, mas não somente porque degustei o vinho Nizza de diferentes etiquetas, mas porque pude viajar com os meus sentidos e conhecer ainda mais sobre o meu Monferrato. Mesmo sem sem ler o livro do cientista Doutor Shepherd, aprovo os seus estudos :-) e conselho à todos de praticar mais esta atividade da degustaçao, mas sobretudo de fazer-la no território de produção e com professionais!

D81_4559.jpg

Degustar vinhos

è um processo muito mais complexo
que resolver um problema de matematica.

Atravès a experiência de uma degustação de vinho, pode-se conhecer um territorio muito mais do que um possa imaginar. Degustar vinhos, não è somente saber girar o copo e ver o movimento do vinho  :-). No momento da degustaçao de vinhos aprende-se particulares da terra, da localizaçao da vinha, do produtor, de tecnicas diferentes utilizadas, de como o clima influencia a produçao de um vinho ao outro... se descobre que o vinho è magia.
Mas para poder descobrir todos estes aspectos è importante fazer pratica, e como? Bebendo! Explorando a região onde vai, lendo e curiosando. Somente assim começa-se a aumentar o conhecimento sobre vinho e tudo o que faz parte dele.

O vinho “NIZZA” è produzido exclusivamente com uvas Barbera das melhores vinhas expostas pelos 18 municípios da região de Nizza Monferrato, no Piemonte. É um vinho de estrutura, elegância e longevidade que representa a maior expressão da videira binomial (Barbera) e do território. A partir da colheita de 2014, Nizza Monferrato possui um DOCG autônomo, onde vinho e território são chamados da mesma forma, coroando assim o trabalho de dez anos dos 39 produtores que formaram a Associação dos Produtores de Nizza.

A degustaçao dos 5 "CRU" Nizza DOCG do ano 2012 foram:

Laudana - Cantina Vinchio Vaglio
Le Nicchie - La Gironda
Titon - L’Armangia
Neuvsent -Cascina Garitina
Generala - Bersano

E’ importante entender que a palavra CRU, nasce da lingua francês, que deriva do verbo "croitre" (crescer), e serve à identificação de um local específico de produção onde alguns fatores, mesmo não naturais, conferem ao vinho características únicas e específicas, diferentes de aqueles presentes em outros vinhos produzidos em locais próximos.

 

CIN-CIN Salute!

Jogar Golf no Piemonte

Nesta terra, de nobres tradições, rica em história, arte e cultura com suas colinas na Lista do Patrimônio Mundial da UNESCO, o Golf encontra seu habitat natural, no Monferrato

A região do Piemonte parece ser especialmente concebida para os amantes deste esporte, o Golf. Nesta terra de nobres tradições, rica em história, arte e cultura, com suas colinas na Lista do Patrimônio Mundial da UNESCO, uma obra-prima da natureza, desenhada pelas māos dos homens plenas de vinhas. O golfista pode encontrar condiçoes diferentes de tipos de jogo, com poucos kms de distancia de um club ao outro. Nesta região, desde 1925 à hoje, houveram 13 campeonatos Open d’Italia.

Apartamento para hospedar-se na Villa Carolina Resort

Apartamento para hospedar-se na Villa Carolina Resort

Muitas são as escolhas no Piemonte, se parte com o panorama encantador do Lago Maggiore, até a cidade de Torino (capital do Piemonte), onde os circuitos de Golf estão imersos em magníficos parques do Reino dos Savòias, com vista para verdes colinas, onde você pode admirar castelos históricos e mosteiros e montanhas intransponíveis. Sem esquecer as magníficas vinhas de Asti e encantadoras cidades que encontram-se na provincia de Cuneo, enquanto que nas cidades de Alessandria, Biella, Novara, Vercelli e Verbano-Cusio Ossola podem ser considerados os campos de Golf mais bonitos da Itália. Em uma viagem hipotética, você pode ir ao Piemonte de Norte a Sul ao longo da Lombardia e jogar a Golf.

Apartamentos para hospedar-se no Golf Club Margara

Apartamentos para hospedar-se no Golf Club Margara

No território Alessandrino, onde a primeira parada è no maravilhoso terraço da casa do clube do Margara Golf Club, onde você pode admirar os 36 buracos distribuídos entre plantas e lagoas das primeiras colinas do Monferrato. Tem Gavi, uma terra famosa por seus maravilhosos vinhedos onde encontra-se o Golf Club Serravalle e o Golf Club Gavi.

Vinhas de Gavi

Vinhas de Gavi

Spinola Locanda Cortese

Spinola Locanda Cortese

Locomovendo-se atè a cidade de Valenza (onde se fabricam jòias para o mundo todo) encontra-se o Golf La Serra di Valenza com seus 19 buracos em um circuito de grande dificuldade.

Na cidade de Acqui Terme, cidade famosa pelas suas aguas curativas, òtima escolha para quem quer combinar Golf e Relax , o Golf Acqui Terme. Enfim se chega atè as colinas com as fronteiras da Ligúria, onde é necessária uma parada no Villa Carolina Golf Club, com sua bela casa-clube, uma villa do século XVIII.

@ credito http://www.federgolfpiemonte.it/golf-in-piemonte

@ credito http://www.federgolfpiemonte.it/golf-in-piemonte

E voltando à Torino, capital do Piemonte, encontra-se o Circolo Golf Torino que é considerado um dos mais belos campos da Itália com o vizinho Royal Park Golf & Country Club, o circuito mais popular, conhecido como "Roveri", 36 buracos. É muito difícil encontrar na Itália uma área rica em flora, fauna e verde como na área "La Mandria", parque natural e antigo palàcio do Rei da Italia, onde criava cavalos.

O Piemonte è uma terra que oferece possibilidades para viagens de diferentes gostos, seja individual, ou em familha. O territorio do Monferrato è o melhor exemplo, com sua posiçao estratégica, perto das cidades de Torino, Milano e Genova proporciona atividades para diferentes interesses: Golf, Shopping, Cantinas de valor Unesco, Degustaçao de Vinhos direto do produtor, Rica cozinha piemontese/ligure, Visita à Museus e Palaços Reais e a possibilidade de estar em contato com a natureza, através bike tours, trilhas pelas colinas ricas de vinhas para melhor conhecer este territorio.
Tudo isto è possivel com poucos kms de deslocamento pela verdes colinas do Monferrato.


  • Golf Club La Serra de Valenza
    Strada Astigliano, 42 - Valenza - Alessandria - Italia
    Circuito de 18 buracos
    Serviços disponíveis como Golf Cart, Electric Trolley, Hand Trolley


  • Golf Club Monferrato
    Strada Vialarda, 3/F - Regione Torcello - Casale Monferrato- Alessandria - Italia
    Rota de 9 buracos - com rating 112 - Par 66


  • Golf Club Margara desde 1972
    Via Tenuta Margara 15043 - Fubine Monferrato -Alessandria- Italia
    Circuito de 18 buracos -Par 72 | white 6349/ blue 5606 - yellow 6048/ red 5415 m
    Circuito de 18 buracos -Par 72 | white 6597/ blue 5671 - yellow 6176/ red 5359 m
    Serviços disponíveis como Golf Cart, Electric Trolley, Hand Trolley com possibilidade de hospedar-se nas varias tipologias de acomodações presentes no Golf Club Margara.


  • Golf Club Villa Carolina
    Loc. Villa Carolina, 32 15060 - Capriata d'Orba - Alessandria - Italia
    Serviços disponíveis como Golf Cart, Electric Trolley, Hand Trolley.
    Circuito de 18 buracos, muito tecnico e è necessario muita precisão. Estes 18 buracos, consiste um total de 6365 metros, Par 72. A rota está em uma área plana com grandes espaços.
    Villa Carolina Resort oferece elegantes acomodações, com restaurante e SPA para um completo bem-estar da tua hospedagem.


  • Golf Club Serravalle
    Via Monterotondo, 60, 15069 Serravalle Scrivia - Alessandria -Italia
    Imerso no exuberante campo do Vale Scrivia e está rodeado pelas vinhas de Gavi, o vinho branco do Piemonte.
    A rota se estende ao longo das 12 colinas de Serravalle, aninhadas entre as vinhas de Gavi, as florestas seculares e os lagos da magnífica propriedade.
    Circuito de 9 buracos, longo mt. 2.910, Par 36
    Circuito Executivo de 3 buracos, longo mt. 1.026, Par 5 - 3 - 4
    Course rating: man 72,2 - woman 74,2
    Slope rating: man 131 - woman 129
    Serviços disponíveis como Golf Cart, Electric Trolley, Hand Trolley


  • Golf Colline del Gavi - 1990
    Località Fara Nuova, 7 – Tassarolo - Alessandria - Italia
    Circuito de 18 buracos - Rota de puro divertimento e de grande habilidade entre obstáculos naturais e espelhos de agua.
    Serviços disponíveis como Golf Cart, Electric Trolley, Hand Trolley e o delizioso Restaurante Cascina Spinola Locanda Cortese


Descubra as Verdes Colinas do Monferrato, no Piemonte, Italia.

Todos loucos pelo Tartufo

No Outono, o Tartufo faz a sua entrada triunfal! Para comer o melhor tartufo branco è aqui que se deve chegar: no Monferrato, Langhe e Roero.

Na cidade de Alba é, sem dúvida, a capital mundial desta iguaria. Mas è no Monferrato que o tartufo se encontra :-). Todo ano acontece a maior feira do tartufo bianco, na cidade de Alba, no territorio Langa. Todos os sábados e domingos acontece o mercado mundial de trufas brancas e è uma experiencia unica. As trufas sāo pesadas, avaliadas e odoradas para uma avaliaçao correta. No Centro Nazionale Studi Trufle è possivel seguir a "bolsa de valor do tartufo" acompanhando de perto todas as informaçoes sobre esta iguaria.

O "tartufo" è um cogumelo subterraneo em forma de raiz e portanto se acha somente em baixo da terra. Não se acha Tartufo em qualquer terra. O tartufo vive em simbiose com certas qualidades de arvores como: o nocciolo (avelas), o pipo, quercia (carvalho), o tiglio. Por isto è importante a presença dos bosques.

No século XVIII, O Tartufo era considerado uma delicadeza em todas as cortes Europeias. Era uma diversão assistir a “caça” ao Tartufo. Hoje os lugares sāo secretos. Pedaços de terra com a presença de tartufo são mantidos secretamente. Difícil achar alguém que queira compartilhar esta maravilhosa e rica descoberta.

E quem acha o Tartufo? O melhor amigo do homem, o Cachorro! Estes animais valem mineiras de ouro. E’ Fantastico… e maravilhoso pensar em todo o processo que existe atras deste maravilhoso e raro cogumelo subterraneo. 

E' graças ao olfato do pequeno amigo do homem, o cachorro, è possível achar as trufas. O cachorro desde pequeno è treinado, à procurar o precioso fungo subterrâneo. Quando a descoberta è feita pelo olfato do cachorro, o proprietario do animal terminerà o trabalho com um instrumento adequado. E’ um trabalho de time, entre homem e o cachorro.

A caça geralmente acontece à noite, pois o cachorro è menos disturbado e o seu olfato se concentra melhor.  O perfume do tartufo è unico...  do gosto simples e sofisticado. Para degusta-lo è sempre conselhavel escolher o classico tagliolini e depois abir-se à novas experiencias e escolher acostamentos exoticos, como nos varios eventos do Foodies Moments organizado pela Feira do Tartufo Branco, com grandes chef do territorio.

Tartufo com ostriche e champagne? O que voce acha? Esta combinaçao guiada pelo chef Flavio Costa do restaurante 21.9 pode ser o antipasto para se esticar atè o seu hotel de charme e viver uma experiencia a 360° junto com a magnifica Cantina da Cascina Tenuta Carretta com 480 mil garrafas, contornada completamente de verdes colinas.

Verdes Colinas te leva para viver experiencias no Monferrato, Langhe e Roero. 

 

A viagem à procura de origens

Se você se encontra no paìs da excelência culinaria, o bom gosto è o teu companheiro ideal.

Uma das coisas que aprendi vivendo na Italia, è que cada região e em cada cidade existe uma historia, um ingrediente, um prato diferente à ser descoberto. Para se ter uma ideia, na cidade onde vivo, Alessandria, voce poderà encontrar diferentes receitas da massa tipica chamada “Agnolotto” em uma distancia de 20 km. Cada cidadezinha possui a sua propria receita e não se discute. Questa è a maravilha da Italia.

VIVER uma experiencia, FAZER um percurso e SENTIR o territorio

Vamos hoje até o territorio chamado Lomellina. Lomellina encontra-se no confim da Regiao Lombarda e Piemonte, no meio de dois Rios; Ticino e o Rio Pò. Estamos na Patria do Arroz. No final do século XV, o cultivo do arroz se espalhou amplamente no norte da Itália e precisamente na Lombardia e no Piemonte, em torno da cidade de Vercelli, onde as primeiras sementes de arroz foram implantadas por Ludovico il Moro (o Duque de Milano) e seu irmão Galeazzo Sforza, que pensaram em explorar a inundação freqüente de Pò para o cultivo do arroz.  E assim se deu inicio à difusão do arroz nesta terra chamada Lomellina.

O territorio dos arrozais oferece uma beleza paisagistica magica. Seja no verão ou no inverno mesmo com a presença da neblina o encanto è palava que eu defino este lugar.  O território de Lomellina oferece diferentes “fotografias paisagísticas ” no ano inteiro, devido as várias etapas da cultivação do Arroz na água. O Arroz sendo cultivado na água contribui, na mudança da cor do cenário com o azul das extensões de água nos campos na primavera, com o verde das mudas recém-nascidas no início do verão, até chegar a cor dourada das espigas maduras para a colheita.

Chegando em Semiana, na província de Pavia, se encontra a "Cascina Molino della Raina". Esta "Cascina" contornada da cultivaçao de arroz è completamente reformada no respeito da tradição e dos grandes espaços de uma grande casa tipica do territorio lombardo, mas com modernidade e elegança. Na reforma o ex-Mulino da "Cascina" foi reformado e implementado um sistema hidraulico integrado de tecnologie avançada que permite que a estrutura seja completamente auto - suficiente para a produçāo de energia.  

Uma "Cascina" de alma verde, seja pelo utilizzo da energia renovavel produzida pelo Mulino, que pelo Menu oferecido no restaurante presente na "Cascina". O restaurante "AcquaMatta Green Soul Ristorante ", reflete a beleza do territorio atraves a presença das suas grandes janelas vista jardim e plantaçoes de arroz, mas sobretudo pelo menu que sabe combinar tradiçao e contemporaneidade.

In cucina funziona come nelle più belle opere d’arte. Non si sa niente di un piatto fintanto che si ignora l’intenzione che l’ha fatto nascere.
 Acquamatta Green Soul Ristorante

O encontro de novos gostos junto à tradiçao è guiado por Andreia Saito, manager e sommelier. A sua presença em sala è delicada e ao mesmo tempo forte e segura.

Como disse Massimo Bottura: “...L’arte dell'ospitalità è quella magica alchimia che riesce a combinare, in un perfetto equilibrio, servizio, accoglienza e convivialità e fa diventare l'esperienza di un ristorante o di un hotel davvero memorabile".

Viva experiencias viajando, experimentando, degustando, explorando, curiosando para tornar a tua viagem inesquecivel.

O Perfume da Ligura no Piemonte

A cidade de Gavi ou Gavi Ligure fica distante do mar apenas 30 km e a sua localizaçāo se encontra os ventos genoveses (Regiao Ligure) e a neve das colinas do “Appennino”. Este microclima perfeito fez nascer o vinho branco Gavi, de uva cortese.

Nao è fácil falar de vinho branco na terra dos vermelhos, mas este vinho fresco com delicado perfume de flores e de frutas secas…è o companheiro ideal para um aperitivo nestas colinas... A uva cortese de Gavi è cultivada esclusivamente na provincia di Alessandria* e è reconhecido como um vinho D.O.C.G. (Denominazione di Origine Controllata e Garantita), ou seja è a garantia que indica a origem geografica do vinho.

Entre algumas cantinas produtoras deste vinho branco, a minha preferida è da cantina historica da Villa Sparina. Villa Sparina não è somente produtora de vinho, mas è produtora de bem estar a 360 graus. Villa Sparina Resort  com seus 100 hectares de terra no qual 70 hectares de vinhas despertarao teus sentidos. O teu Paladar poderà se deliciar com os pratos estrelados do restaurante "La Gallina", o olfato serà eternamente grato pelo perfume deste vinho e destas colinas, enfim a visao com a audição nunca mais irao abandonar este lugar. "Amo questo posto magico".

A posição è unica, o Hotel L’Ostellerie fica no meio dos vinhedos, em uma paisagem inesquecível, e na primavera/verao um copo de vinho no horto do restaurante è o toque de charme deste Resort. Assistir o por do sol degustando um copo de vinho cortese contornado de vinhedos nao tem preço.

 
 

Gavi fica a 40 km da Alessandria, 60 km da Genova e 140 km da Torino.

*L’area di produzione include i comuni di Gavi, San Cristoforo, FrancaVilla Bisio, Pasturana, Novi Ligure, Serravalle Scrivia, Carrosio, Bosio, Parodi, Capriata d'Orba, Tassarolo, todas a cidades na provincia di Alessandria.

A "dolce vita"

Qual è o significado da expressao: La dolce vita?

O clima temperado deste pais, a boa vida, a boa cozinha, o bom vinho, a variedade de paisagens naturais, a grande riqueza artistica, a musica, a historia..  fazem com que este paìs seja unico! Lonely Planet (um dos guias de turismo mais serio e famoso no mundo) ha 24 publicaçoes somente sobre a Italia. O Brasil tem 3.. mas o nosso paìs e' uma criança perto dos anos da Italia.

Com 24 publicaçoes sobre a Italia, pode-se entender o quanto este pais tem à oferecer.

Sao muitas as historias que artistas e cantoras famosas do mundo decidiram viver o sonho da “dolce vita”. O cantor Sting è um exemplo, proprietario de 300 hectares na Toscana entre o Chianti e o Valdarno, produz vinho e azeite d’oliva, George Cloney e sua famosa casa no lago de Como, Leonardo di Caprio na Regiao do veneto , Colin Firth em Umbria e assim continua a lista. Mas esta esplendida e cara escolha nao è reservada somente para os “famosos”.

Me apaixonei pela historia da familha de Erik. Uma historia de amor, pela Italia, pela terra, pela sua familha. Da Dinamarca para viver a "dolce vita" aqui, no BELPAESE. A cidade escolhida foi Roccaverano com seus 458 habitantes, localizada na provincia di Asti na Regiao do Piemonte, Erik iniciou a transformar o seu sonho em realidade.

Tudo teve inicio no 2006 quando Erik visitou a casa de um amigo na Liguria. Ele se apaixonou pela casa feita de pedra (aqui è chamada rustico), com a paisagem e sobretudo com o clima. Acostumado com o verão na Dinamarca com 15 graus centígrados… decidiu que era hora de mudança.

A aventura não foi fácil, visitaram tantas casas, lugares, mas nenhuma era aquilo que procuravam. Com dificuldade da lingua e de fazer se compreender finalmente acharam a casa dos sonhos.

Em 2009 a casa estava pronta. Um encontro entre a maravilhosa paisagem das Langhe (Piemonte) com gusto e estilo escandinavo. A casa dos sonhos fica na região das Langhe, em Roccaverano (localizada nas provincia de Cuneo e Asti) e è disponivel para temporadas. Quem gostaria de uma temporada aqui levanta a mao!

Hoje a família alargou este sonho, e esta transformando uma outra casa em algo muito especial, começando pela escolha da sua localização: Lago de Como.

As casa de Erik sao para veraneios e porque nao alugar estas maravilhas para conhecer melhor o territorio?