No Piemonte, um dia quando o mar chegava aqui.

Uma terra de história, vinhos e pequenos vilarejos, montes e vales, e castelos e igrejas, o Monferrato, na Regiao do Piemonte, na Italia é um dos ricos territorios vinícolos italianos conhecidos pelos seus vinhos tintos e espumantes (foi aqui, no Piemonte que nasceu o espumante) reconhecido pela UNESCO, desde 2014.
O Monferrato (Monfrà [mʊɲ'fra] em Piemontese, (ferratus em latim) é uma região histórica do Piemonte. Seu território, quase exclusivamente montanhoso, encontra-se principalmente nas províncias de Alessandria e Asti, fronteira com a Região da Liguria e também com a província de Cuneo (Piemonte), onde encontra-se as maravilhosas terras Langhe e Roero.
Hà 150 milhões de anos atrás o Golfo Marinho era presente na parte Norte da Italia. E os bons frutos estamos colhendo hà pouco mais de três séculos. A riqueza marinha de 150 milhões de anos atras, deixada por estas terras contribuiu a produçao de alguns dos melhores vinhos do mundo. O terreno composto de argila, marga calcária, marne azulado, tufa, areia e solfiferi de gesso è uma das carateristicas que enriquece a produção das videiras autóctones desta região.

download-1.jpg

Italia, hà milhoes de anos atras a agua dominava esta terra.

Imagem: fmboschetto.it/autore/Italia_antica.htm


Estes milhões de anos se verificam fosseis marinhos nas paredes destas salas subterraneas, denominadas INFERNOT.
O termo Piemontese INFERNOT refere-se a uma sala subterrânea construída à mão escavado em uma rocha de arenito, e pedra de cantões, ou em tufo e geralmente usada como adega ou despensa. Uma característica comum entre adegas e INFERNOT é a ausência de luz e ventilação direta. O interno é, no entanto, distinto da adega real, em relação à qual geralmente ocupa uma posição inferior e desempenha uma função subsidiária, concentrada na conservação do vinho engarrafado.
No final do século XIX e início de 1900 nasceram os “INFERNOT”. A construçao dos “INFERNOT” acontecia no periodo invernal, quando o trabalho agricolo, a causa do frio, entrava em pausa. A construçao destas salas subterraneas durava entre 4 à 5 anos para ser concluido.


Os INFERNOT foram construídos quase todos por agricultores/lavradores ou pedreiros sem qualquer noção de engenharia ou arquitetura, mas eles ainda estão intactos graças à solidez e à resistência particular do material de escavação. Alguns INFERNOT foram equipados com uma carcaça para o gelo, para a preservação de bens perecíveis (carne e vegetais em particular).
Uma verdadeira obra engenherìstica construida somente com o utilizo das maos. A particularidade dos INFERNOT è que nao existe um igual ao outro, ja que foram construidos conforme a necessidade e a possibilidade da propriedade.
Camagna Monferrato, Cella Monte, Frassinello Monferrato, Olivola, Ottiglio, Ozzano Monferrato, Rosignano Monferrato, Sala Monferrato e Vignale Monferrato sao os municipios do territorio Monferrato que abrigam estas maravilhosas construçoes.

Um Patrimonio inestimavel que hoje podemos visitar-los graças ao trabalho do homem.

Te espero nas minhas Verdes Colinas do Monferrato, no Piemonte